Tag Archives: Louvor

Adoração

louvor
 

O PAPEL DO ADORADOR

O LOUVOR É ARMA DE GUERRA: OS ADORADORES SÃO GUERREIROS NA LUTA PARA SALVAR VIDAS (… LOUVANDO A DEUS E CONTANDO COM O FAVOR DE TODO O POVO. E O SENHOR LHES ACRESCENTAVA A CADA DIA OS QUE IAM SENDO SALVOS.)

A música não é um fim em si mesma, mas um meio, um veículo pela qual vamos o adorador alcança seu objetivo: salvar e restaurar vidas.
O louvor tem o poder de resgatar o homem perdido e derrotado; de enchê-lo de esperança; de transformá-lo em uma vida completamente nova, trazendo de volta seus sonhos e expectativas de realizar-se e ser feliz.

Existem alguns músicos que só se preocupam com aspectos técnicos seus instrumentos e sua posição de destaque no ministério, mas, esse não é o o foco do adorador.: seu objetivo são vidas. O que fazer, então? O adorador deve usar o seu talento, suas habilidades para ministrar amor trazendo pessoas à libertação, cura, arrependimento e salvação.
O Adorador usa de compaixão para com as almas – lembrando que dó é sentimento superficial, compaixão é amor sacrificial.

(Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando todo tipo de doenças e enfermidades. Vendo as multidões,compadeceu-se delas, porque andavam atribuladas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos: Na verdade,a colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos; rogai ao Senhor da colheita para que mande trabalhadores para sua colheita. Mt.9:35-38)

(Ao desembarcar, ele viu uma grande multidão,teve compaixão dela e curou os enfermos. Ao cair da tarde, os discípulos aproximaram-se dele, dizendo: O lugar é deserto, e a hora já está avançada; manda embora as multidões, para que possam ir aos povoados comprar algo para comer. Jesus, porém lhes disse: Eles precisam ir embora; vós mesmos daí-lhes de comer.Mateus 14:14-16).

Só pode sentir compaixão que se identifica com as pessoas. JESUS se identificou e identifica-se com todos nós porque nos ama.
Quando temos compaixão, amor, desfrutamos de paz alegria e vitórias porque somos cheios de Deus (entusiasmo) - TEMOS A PRESENÇA DE DEUS ( … os levitas cantores, todos eles, isto é, Asafe, Hemã, Jedutum e seus filhos e parentes, vestidos de linho fino, com címbalos, alaúdes e harpas, também estavam em pé ao lado oriental do altar, e juntamente com eles cento e vinte sacerdotes, que tocavam as trombetas; … de modo que os sacerdotes não conseguiam permanecer em pé para ministrar por causa da nuvem, porque a glória do Senhor encheu o templo de Deus. II Cr.5:12;14)

Quando o Adorador ministra, sua função perante a congregação é levar a igreja à presença de Deus. Note que o versículo fala que o povo louvava em uníssono (em uma só voz), estavam todos de acordo, ligados, conectados, dirigidos no mesmo propósito (adorar), cultuar, estar na presença de Deus.

Quando isso acontece, Deus opera na unção e no poder de seu Espírito Santo (unidade); e quando Deus opera, os milagres acontecem.

Isto não quer dizer que não deve haver um planejamento para o momento de louvor na igreja.

Como já foi dito, há a necessidade da escolha do repertório, dos ensaios, etc.

O adorador é organizado porque é uma pessoa diferente que faz a diferença, ou seja, toda vez que se junta com o ministério para conduzir a igreja à adoração, busca comunhão (= ação comum). Se existe comunhão dentro do ministério, a congregação é atingida em cheio e a música se torna o elo da unidade. Ela sobe como um cheiro suave diante do Senhor, e o Senhor desce para habitar no meio desses louvores, então Sua casa é cheia de sua Glória. Se os sacerdotes não puderam ficar em pé, ficará alguma enfermidade, alguma dor, alguma tristeza no meio do povo? De maneira nenhuma! Sua presença se torna real! Nosso Pai trabalha até hoje!!!!!!

Por isso, o adorador se prepara, se habilitar para fazer o melhor e alcançar o maior propósito =alcançar vidas (Cantai-lhe um cântico novo; tocai com habilidade e alegria. Salmo 33:3).

Yatab em hebraico é tocar bem, e seu significado se amplia para “fazer algo bonito, bem feito, agradável de maneira completa e detalhada”.
A preparação a capacitação musical não atrapalha o fluir do espírito, ao contrário, a Bíblia nos mostra que havia muita preparação e em meio a esta ordem o Senhor se movia de uma maneira extraordinária (II Crônicas 20).

Veja esta particularidade do adorador: ele é extremamente social e sociável. Para que possa conduzir outras pessoas à presença de Deus, deve conhece-las e ser um ministro em quem as pessoas possam confiar – ou seja, ser um referencial. Esse é o modelo do verdadeiro adorador, de um bom pastor. Jesus declarou: Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem – João 10: 14.

O adorador não foi chamado para dar um concerto ou fazer um show; ele foi chamado para dar às pessoas o que Deus quer (os ministros devem entender que não estão em suas posições para dar entretenimento ou animar o culto).

DEUS NÃO ESTÁ INTERESSADO EM ENTRETER O POVO, MAS SIM EM REALIZAR UMA OBRA EM CADA CORAÇÃO.

 

A responsabilidade do adorador é combater o inferno, salvar vidas e trazer o céu a terra! 


 

LOUVOR

 1- Qual o significado de louvor?

O louvor no Antigo Testamento é basicamente definido por três palavras:

Barak (bendizer)

Yadah (dar graças)

Balal (aleluia – louvai ao Senhor)

2- A quem então devemos louvar?

Somente ao Senhor nosso Deus

Não devemos louvar-nos a nós mesmos (2 Coríntios 10:12)

3- Porque devemos louvar?

Porque Deus é bom (1 Crônicas 16:34)

Para exaltar o poder de Deus (Salmo 21:13; Salmo 103:1-5)

Para que os demônios saiam (1 Samuel 16:22-23)

Para se fazerem conhecidas as obras de Deus (Salmo 105:1-3)

Para nos apresentarmos ao Senhor (Salmo 100:4)

Porque Deus habita nos louvores (Salmo 22:3)

4- O que acontece quando louvamos?

O inferno estremece e os demônios se abalam (1Samuel 16:22-23)

Nosso coração se enche de alegria (Salmo 100:1-2)

5- Como devemos louvar?

Voluntariamente (Juízes 5:2)

Com instrumentos e cânticos (Salmo 33)

Com palmas e voz de triunfo (Salmo 47:1)

Louvai com danças (Salmo 150:4)

Em Ações de Graças (Salmo 147:7)

Com sacrifícios, que é o fruto dos lábios que confessam o seu nome (Hebreus 13:15)

No seu santuário (Salmo 150)

De todo o meu coração (Salmo 9:1-2)

6- Quando devemos louvar?

A todo tempo (Salmo 34:1)

7- Quem deve louvar?

Eu e você (Salmo 71:22)

Os anjos (Salmo 148:2)

Os astros celestes (Salmo 148:3)

Tudo o que vive (Salmo 150:6)

8- E se eu e você não quisermos louvar?

As pedras clamarão em nosso lugar (Lucas 19:36-40)