Tag Archives: Deus

Deus.. e seu amor pessoal por você!

sarça
 

 

Deus nos ama

Deus me ama? Como? Esta é uma pergunta que tem sido feita por inúmeras pessoas, inúmeras vezes. A resposta que a Bíblia dá para esta pergunta é que Deus não somente nos ama mas Ele nos ama mais do que qualquer outra pessoa pode nos amar. Vamos ver isto na Palavra de Deus.

1. Deus nos ama – Ele deu Seu filho por nós

Para ver o amor de Deus por nós, vamos começar em 1 João 4:9. Lá nós lemos:

“Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós…”

O amor, quando é honesto, é sempre manifestado em ações. Aqui a Palavra de Deus nos fala que verdadeiramente Deus nos ama e que Seu amor foi mostrado, foi manifestado. Como? A resposta está no restante do versículo:

1 João 4:9
“Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dele.

Deus nos mostrou o Seu amor enviando Seu Filho, Jesus Cristo, ao mundo, para que nós possamos viver através dele. Da mesma forma, João 3:16 nos fala:

“Porque Deus tanto amou o mundo que deu…”

Como nós dissemos acima, o amor sempre entra em ação, dando, e Deus, porque Ele nos amou, Ele deu! O que Ele Deu? Vamos continuar lendo:

João 3:16-17
“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele.”

Deus, por nenhuma outra razão além do amor por nós, Ele chegou ao ponto de dar Seu Filho para morrer por nós, para que, acreditando nEle, tenhamos vida eterna. Romanos 5:6-10 demonstra esta ideia ainda mais claramente:

Romanos 5:6-10
“De fato, no devido tempo, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos Ímpios. Dificilmente haverá alguém que morra por um justo, embora pelo homem bom talvez alguém tenha coragem de morrer. Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores. Como agora fomos justificados por seu sangue, muito mais ainda, por meio dele, seremos salvos da ira de Deus! Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida!”

Você vê a frase “Deus demonstra Seu amor por nós”? Como Deus demonstra o Seu amor por nós? Ele não só deu Seu Filho por nós, mas Ele Se deu quando nós éramos ainda pecadores, ímpios, completamente indignos de tanto sacrifício.

O mesmo nós vemos também em Efésios 2:

Efésios 2:1-3
“Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência. Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira.”

Eu marquei, na passagem acima, várias palavras que estão no tempo passado para dar ênfase ao fato de que para o homem que acredita no Senhor Jesus Cristo e Sua ressurreição, o estado descrito acima é PASSADO. Nós estávamos mortos em transgressões e pecados e sujeitos à ira. Mas já não somos um destes! O estado descrito nestes versos é para nós história, não realidade! É um estado do qual nós fomos libertos. Mas como nós fomos libertos, por quem e por que? Efésios 2:4-9 nos dá a resposta:

Efésios 2:4-9
Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões - pela graça vocês são salvos. Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus, para mostrar, nas eras que hão de vir, a incomparável riqueza de sua graça, demonstrada em sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie”.

A palavra “TODAVIA”, que abre esta passagem, faz um contraste entre a que a antecede (v. 1-3) e a que a segue (v. 4-9). Os versículos 1-3 nos deram o estado lastimável em que estávamos antes de crermos. Como lemos lá, estávamos “mortos em transgressões e pecados” e “sujeitos à ira”. Mas Deus, “por causa do Seu grande amor por nós”, mudou tudo isso: agora, ao invés de “mortos em transgressões e pecados”, nós estamos “vivos com Cristo” e ao invés de sujeitos à ira nós estamos sentados com Cristo nos lugares celestiais. Do ponto de vista de Deus, já está consumado. E por que Deus fez isso? , “PELO GRANDE AMOR COM QUE NOS AMOU”… MESMO QUANDO ESTÁVAMOS MORTOS EM NOSSAS TRANSGRESSÕES!

2. Deus nos ama – Ele nos fez Seus filhos

 Outra passagem que demonstra o quanto Deus nos ama é dada em 1 João 3:1-2:

Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu. Amados, agora somos filhos de Deus…”

Que nós somos filhos de Deus é também o que Gálatas 3:26 nos diz: “Todos vocês são filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus,”! E como esta passagem deixa isso claro, esta é uma prova de como Deus nos ama. Realmente, “como é grande o amor que o Pai nos concedeu”.

3. Deus nos ama – Ele nos treina

Nós vimos acima que Deus, por ter nos amado tanto, Ele nos fez Seus filhos. E como um pai amoroso treina e disciplina seus filhos, então Deus também o faz e muito melhor. Assim como Hebreus 12:6 nos diz:

Hebreus 12:6
“o Senhor disciplina a quem ama,…”

Disciplina pode não ser o que nós gostamos, mas é o que nós precisamos! É por isso que só aqueles que realmente nos amam importam-se o suficiente para nos disciplinar. E é por isso que Deus nos disciplina também: porque Ele nos ama e se importa conosco.

4. Deus nos ama – Nada pode nos separar do Seu amor

A próxima e última parada nessa curta jornada no amor de Deus está em Romanos 8:38-39:

“Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos [que tipo de anjos? Anjos caídos, anjos de Satanás] nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Deus nos ama e não há absolutamente nada, nenhum poder, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro poderia nos separar do Seu amor. Ele nos ama e nunca vai deixar de nos amar. Essa é a verdade da Palavra de Deus.

5. Deus nos ama – conclusão

Para concluir este artigo: nós vimos a partir da Palavra de Deus que Deus nos ama e isto é provado pelo fato de que Ele deu Seu Filho por nós, fazendo isso mesmo quando ainda éramos pecadores e ímpios! Seria um sacrifício enorme fazer isso pelas pessoas que fossem justas e boas. Mas nós não somos tais pessoas. Nós éramos pecadores, ímpios, mortos em transgressões e pecados. No entanto isso não impediu a Deus. Ele nos amou e por causa do Seu amor por nós, Ele deu o Seu Filho por nós, quando éramos ainda pecadores, para que, crendo nEle, possamos nos tornar vivos em Cristo e assentados com Ele nos lugares celestiais.

Além disso, vimos que, porque Deus nos ama, Ele nos fez seus filhos. E como um Pai amoroso disciplina seus filhos, a quem ama, Deus também o faz e muito melhor.

Finalmente vimos também que o amor de Deus por nós é tão grande e que não há nada que possa nos separar dele! Para dizer isso de outra forma: não há nada que pudesse fazer com que Deus deixasse de nos amar!


 

Deus é paciente, Deus é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. Deus não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. Deus nunca perece; (1ª Co 13:4-8a)

 

Talvez o post de hoje quebre algumas “filosofias” dentro de você.. Eu oro para que você seja ministrado pelo Senhor e isso fique tão grudado em você ao ponto de se tornar uma mudança permanente, profunda dentro do seu coração.

 

“Você não precisa se apóiar em sua própria força. Você não precisa se “destacar” para viver comigo: em NADA, absolutamente nada! Eu AMO você. Independente de qualquer circunstância, acerto ou erro, eu continuo amando você. O seu valor pra mim não é baseado na sua intelectualidade, status ou quantidade de serviços.. ele seria muito pequeno ao ser medido por essas coisas. Você foi criado para viver comigo, em perfeita comunhão, e, acredite, passar o dia inteiro longe de você não é fácil. O que o impede de viver a liberdade da nossa comunhão é, muitas vezes, a consciência de incapacidade. Não olhe para as outras pessoas, olhe pra mim! Não se compare a elas, não perca tempo. Eu estou aqui, de braços abertos, conhecendo e sondando cada partezinha do seu ser. Eu sou o seu Pai, suas declarações, sua suficiência, sua alegria, seu ânimo para levantar. Eu estou bem perto, muito mais do que você conseguiria captar com seus sentidos naturais.. E, acima de todas as coisas que eu escolhi, das coisas que eu criei e das coisas que eu já experimentei, uma me traz uma alegria e confiança indescritíveis: Eu decidi não desistir de você…”