Obtenha respostas

 

Resposta de Deus para o sofrimento

Texto Bíblico: Romanos 8:18 a39

Sofrimento é um nó górdio.

Ele nos coloca contra a parede. Tentamos desatar este nó. Mas diante do sofrimento humano, nós vamos tentando desatar estes nós. Alguns conseguem resolver um problema complexo de maneira simples e eficaz.

Muitos em meio ao sofrimento dizem que Deus se esqueceu dele, ou o que eu fez algo para tanto sofrimento? O ap. Paulo escreve em Romanos, sugerindo para nós a resposta para tanto sofrimento. Não duvide do amor de Deus. A resposta para o sofrimento é a vida. A natureza geme e sofre. Daí, as pessoas perguntam, mas por que comigo? Eu poderia perguntar e por que não com você, se com todo mundo acontece? Querido, você não é mais e nem menos. O sofrimento vem para todos.

Não há mais condenação para os que estão em Cristo Jesus. Então a culpa não é resposta para seu sofrimento. Não deixe alguém colocar a culpa em você, querendo mostrar um deus punitivo, um deus que vem para estragar a sua vida, trazendo condenação para você, lembre-se da cruz de Calvário. Deus não é um Deus que quer mandar você para uma masmorra, mas o Pai, que não poupou o Seu Filho, na cruz para morrer em seu favor. Então, entenda Deus não nos trata baseados em nossas atitudes, se fazemos tudo certinho ou não. Ele sabe que não somos perfeitos. Por isto é que tem Jesus na cruz do Calvário. Quando o diabo vai diante de Deus nos acusar, Deus, nosso Juiz, olha para o nosso advogado, Jesus, e este olha para a cruz.

O Ap. Paulo diz que jamais podemos duvidar que as intenções de Deus sobre nós é de absoluto amor. Nada irá nos separar do amor de Deus. Não serão as circunstâncias, nem tribulação, nem angústia e nada que nos separará de Deus. Deus nos ama!

O luto é um sofrimento, a culpa é um sofrimento, a enfermidade é um sofrimento. Mas a enfermidade compreendida como de origem diabólica é um sofrimento a mais, o nosso problema não é a enfermidade, mas por que o diabo está fazendo isto, por que Deus nos abandonou? Isto tudo é um sofrimento a mais. Jesus diz que este sofrimento por estar sofrendo é desnecessário. O senso de que Deus nos abandonou é um sofrimento a mais. Jesus já levou na cruz todo castigo, então, não precisa buscar uma culpa em você pelo o que está acontecendo, porque todo o castigo que você quer lançar sobre você, já foi levado na cruz de Cristo.

Outra comprovação é que na cruz Jesus mostra que o coração de Deus é de amor, amor e amor pela humanidade.

Jesus mostra ali o verdadeiro coração do Pai, um coração de amor. O sofrimento é a vida. Nós não estamos no Paraíso e nem chegamos no céu. Nós escolhemos sofrer. Como escolhemos sofrer? Porque na palavra de Deus diz que: “por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias e somos considerados ao matadouro”.

Como respondemos ao sofrimento? Será que é só dizendo é a vida? O que fazemos? Nós, por amor de Jesus, entramos no sofrimento dos outros. O teólogo James Hilston diz que: nada que coloca diante de nós, reflete tanto a nossa maturidade espiritual quanto a capacidade de atravessar uns com os outros o seu sofrimento.

A nossa incapacidade de sofrer com o outro, muitas vezes, é tanta que quando vemos alguém sofrendo, nós queremos rapidamente dar um jeito naquele problema e levar uma solução àquela pessoa. Sendo que, naquele momento a pessoa só precisa de que você sofra com ela. Por amor de Jesus nós temos que ir juntos para a cruz de Cristo.

Nem sempre há uma resposta ao sofrimento.

Às vezes, só é necessário estar junto e apoiando quem sofre. Estar ao lado daquela pessoa para dar um ombro amigo, ler um versículo e simplesmente ficar perto sofrendo a dor com ela.

Fico imaginando Jesus conversando com o Pai no Getsêmani e dizendo que já estava vendo a sombra da cruz invadindo o Seu espaço e perguntando se Ele não poderia ficar sem passar por aquele sofrimento. O Pai dizendo que não dava para evitar aquele sofrimento mas que Ele, o Pai, iria sofrer com eles e lhes dizer que em algum momento da vida, tudo o que podemos fazer é sofrer, mostrando solidariedade, compaixão, dignidade, misericórdia, bondade, ajudando os nossos irmãos a carregarem seus fardos e dizendo a eles que, não é culpa sua, mas é a vida. Não é o diabo, porque Deus colocou anjos a sua volta e o mal não chega na sua casa desse jeito. Não é que Deus esqueceu de você. Ele continua amando você. Nós vamos atravessar este momento juntos, vamos glorificar a Deus juntos, vamos confiar que o Espírito Santo está intercedendo por nós com gemidos inexprimíveis, nós vamos confiar que Deus vai atravessar este vale junto conosco e ainda que andemos pelo vale da sombra da morte, não temeremos mal algum porque o nosso Bom Pastor segura na nossa mão e atravessa com a gente o vale mais escuro que estamos vivendo.

Diante desta vida, da qual o sofrimento é inerente, nós não damos uma resposta ao sofrimento de teoria. Mas nós escolhemos ir ao encontro daqueles que sofrem e abraçá-los e trazê-los aos pés da cruz de Cristo. Se você pode se colocar seu coração diante de Deus e lembrar-se de quem está sofrendo e de você se colocar ao lado desta pessoa e ir até este alguém e dizer que Deus continua amando aquela pessoa , não é o diabo e que não é culpa sua.

Quero dar uma palavra a você, que sofre, ou que está cuidando de alguém que está sofrendo, ou que está se dedicando a cuidar de quem está sofrendo, dificilmente neste momento da sua vida você será tão parecido como Jesus quanto neste momento em que você se coloca ao lado de quem sofre para servir a quem sofre. Você é instrumento de Deus é benção de Deus. Você é graça de Deus na vida desta pessoa. Você é expressão do amor de Deus na vida desta pessoa. O seu sofrimento a gente coloca nas mãos de Deus. Quando você celebra a ceia do Senhor, você se lembra de quanto amor Ele tem por você.

Isaías 61: 1 a 6: “O espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; 2 A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; 3 A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do SENHOR, para que ele seja glorificado. 4 E edificarão os lugares antigamente assolados, e restaurarão os anteriormente destruídos, e renovarão as cidades assoladas, destruídas de geração em geração”.

Que Deus nos capacite a chorar com os que choram e sermos benção na vida dos que sofrem. Que nunca nos esqueçamos do amor de Deus, da consciência da cruz do Calvário e que jamais duvidemos do amor de Deus e que sejam aliviados de todo peso da culpa.

Apocalipse 21:1 a 7: “E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. 2 E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. 3 E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. 4 E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. 5 E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis. 6 E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. 7 Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho”.

Rene Kivitz

 

Preencha o formulário  para que possamos responder ao seu questionamento sobre uma área de conflito, sofrimento que você está atravessando.

 

 

Print Friendly